Trupe Família Clou

Bem-Vindos à nossa Família!

29/03/10

Familia Clou conclui o projeto Prêmio Carequinha

  A Trupe Familia Clou percorreu 6 cidades com 7 espetáculos em 27 dias encerrando sua temporada no dia 27 de Março,dia do Circo e do Teatro.


         As primeiras apresentações do "O Menor Circo do Mundo"aconteceram nos dia 05 e 06 de março nas cidades de Cordeiro,Macuco e Cantagalo em cada uma delas fomos recebidos com muito carinho pelas secretarias locais e público.
Em Cordeiro,local da nossa estréia,a apresentação foi na praça do Centro da cidade,com um público estimado de 400 pessoas ,apinhadas ao redor do coreto.Foi lá que uma senhora disse que morou perto do saudoso Carequinha .Teve o hippie que quando criança trabalhou no circo cuidando da elefanta Maya...muitas memórias resgatadas.
Em Macuco o espetáculo foi realizado num pequeno anfiteatro da cidade com um público estimado de 450 pessoas.Teve até gente que viu de manhã na cidade vizinha e correu pra lá pra ver de novo.
Em Cantagalo,fomos recebidos com um sol iluminado depois de uma noite de chuva forte,o carro de som já anunciava a nossa apresentação.Fomos vizinhos de Euclides da Cunha por uma tarde,e enchemos a sua praça com mais 700 cantagalenses amontoados em frente a Matriz,atentos a cada gesto  e olhar.No final perguntamos :"A praça fica sempre assim?"A resposta:"Não,foram vocês!"E a gente fica bem feliz.
Na semana seguinte ,dia 18 chega a vez da terrinha,cidade de Nova Friburgo ,na nossa Praça Getúlio Vargas,dia chuvoso,eventos mil e lá fomos nós agradecer o apoio das famílias e amigos que nos prestigiam há tanto tempo.Repetimos a dose em um bairro do 1º distrito (Ponte da Saudade),onde fomos recebidos com o apoio da escola local -com direito à lanche  e pipoca pra criançada- com "gato" do bar vizinho ao campinho de terra batido ,que por sinal deixou as fotos desse dia muito iluminadas e ainda teve capoeira depois para completar.
Sexta apresentação na pequenina e mimosa Bom Jardim,montamos o circo em frente a matriz -como ficou bonito!- e com apoio e divulgação da secretaria local,aos poucos dezenas,centenas de pessoas se juntaram -e olha que tinha motocross na cidade!-para começar a brincadeira.Vale  contar que lá batemos o record de vendas de adesivos da Familia Clou.É isso aí ,alguém tem que trabalhar nessa casa!
Pra finalizar conseguimos em tempo,participar da III Semana de Teatro de Macacu,onde fomos recepcionados pela Companhia artística Em Nós,que articularam toda a produção,dando um orgulho danado ver gente como a gente,agitando e tratando com respeito o nosso ofício.
Estávamos programandos para a Praça de Baixo,como dizem lá,mas na hora exata...muita chuva ,tiramos o que podíamos,mas o  circo ficou lá sendo batizado por São Pedro.Desmonta tudo e seguimos pra rodoviária local,onde o povo já esperava ansioso,sentados em folhas de jornal ,dezenas de adultos e crianças acompanharam e participaram com tanto entusiasmo ,que já tinha gente íntima das cenas.E assim o nosso trem fez o percurso da antiga estrada de ferro que um dia ligou nossas cidades e agora estão unidas pela alegria de terem vividos momentos únicos de música,poesia e palhaçada!

Durante todas as apresentações fomos acompanhados pela produtora de vídeos Jane Abreu(Athenas),que pacientemente registrou cada monta,desmonta do circo,arrumação,maquiagem,cenas e pós cenas...Bruno Oliveira também registrou um espetáculo.
 Na operação de som tivemos nos três primeiros Chien Ribeiro e em Friburgo e Cachoeiras ,Beto Grillo.Nos outros nossa filha Isabela.
De longe e trabalhando nosso querido ,paciente e companheiro diretor João Carlos Artigos (Anônimo)que soube entrar nessa família ,sem falar no Rudá (!) e na Flávia que cedeu a família temporariamente pra gente.
Não podemos esquecer e nem vamos mesmo do imenso trabalho de vestir esta Família ,creditado à Raquel Theo nossa "contemporânea" ,e de nos preparar  uma nova casa à Sandra Valle ,o nosso muito obrigada!
E por último e não menos importante as parcerias do :
Laboratório Cênico(NF)que foi a nossa razão de "ser "social;
Teatro de Anônimo(RJ) que nos cedeu espaço de ensaio na Fundição Progresso.
O patrocínio da FUNARTE pela possibilidade de fundamentar um projeto independente como o nosso através de recursos que são realmente de todos e para todos.
Muitos apoios foram essencias para diversas etapas do projeto:
Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho
Hotel Garlipp
Aville.com
Farmácia Dose Única
Gráfica Aline
Athena
ABrindes
Casa Libaneza
A Voz da Serra
Prefeituras de Bom Jardim,Cordeiro,Cantagalo,Macuco e Cachoeiras de Macacu e Friburgo
Até a próxima tour!!
Talita Melone
pela Familia Clou





Família Clou: o menor circo do mundo




Família de Nova Friburgo ganha prêmio do MinC e traz o riso e a alegria para a praça
Matérias 25.03.2010

Eles são criativos, divertidos, arrojados e expressivos. Eles dançam, pulam, gritam, ficam em absoluto silêncio, fazem caretas, sorriem e fingem que choram. Eles encantam adultos e jovens, mas alucinam as crianças. Com vocês, a Família Clou e seu espetáculo O menor circo do mundo.
É o menor circo e cabe em qualquer praça, teatro, rua. Com esse slogan, a dupla de palhaços , Frango e Nina, leva alegria e cultura a centenas de pessoas que prestigiam as apresentações em diversas cidades das regiões serrana e centro-norte do estado. Frango é Dalmo Latini, de 35 anos. Nina é Talita Malone, de 27. Casados há onze anos, os dois professores primários trabalham desde 2003 com o circo. O elenco é completado pelos filhos Ian, de sete anos, e Isabela, de onze.
"O palhaço ri de si mesmo, é aquele que erra o tempo todo", diz Talita. "Buscamos o palhaço pelo lado humano", completa Dalmo.
A Família Clou é uma das pioneiras em Nova Friburgo e região na linguagem do clown & circo, com apresentações em praças, teatros, fábricas e outros locais de acesso democrático e gratuito. Juntos, eles criaram e desenvolveram espetáculos desde 2003, participando de inúmeros festivais e encontros, como Anjos do Picadeiro (Bahia, 2006), Projeto Circunferência (Sesc Ramos), Projeto Cambalhota (Sesc Tijuca), Tenda das Artes (Sesc Madureira), e Festival de Inverno – Nova Friburgo, sempre buscando o aperfeiçoamento contínuo e a troca de experiências, tendo como foco a arte do palhaço.

O Prêmio
O grupo recebeu recentemente o prêmio Carequinha de Estímulo ao Circo 2009, da Funarte-Ministério da Cultura, na categoria trupes circenses de pano de roda. Com esta premiação, a família reformulou o espetáculo no qual trabalham há mais de sete anos, contando com a direção de João Carlos Artigos (Teatro de Anônimo/RJ), criação e execução de figurinos com Raquel Theo (Petrópolis) e cenografia da artista plástica Sandra Valle (Nova Friburgo).
Como parte do prêmio, a família está percorrendo as cidades de Nova Friburgo, Cordeiro, Bom Jardim, Macuco e Cantagalo com a apresentação. Além disso, os atores realizam oficinas de malabares, de construção com materiais recicláveis e de iniciação à técnica circense. A Trupe Família Clou propõe um trabalho cômico e poético, pautado na interação com o público. Nas apresentações do ano passado, Dalmo recebia a plateia com a sua sanfona lírica, preparando o clima para muita descontração, alegria e emoção. Com tanta perseverança após sete anos de estrada, vale um “viva” à Família Clou, um “viva” aos palhaços friburguenses e um “viva” maior ainda para os artistas populares de toda região.
Colaboração de Álvaro Lutterback

www.cultura.rj.gov.br/materias/familia-clou-o-menor-circo-do-mundo


Família Clou, um espetáculo pra morrer de rir

21/03/10

Matérias em Jornal


Publicado em 20/03/2010-A VOZ DA SERRA


Uma família de talento


Esbanjando talento e bom humor, Família Clou encanta crianças e adultos com seus espetáculos circenses. Tanto trabalho e dedicação levaram o grupo friburguense a receber um prêmio da Funarte


http://www.avozdaserra.com.br/noticiaslight.php?noticia=959

Familia Clou em Friburgo

Arte na Praça`
Na quinta-feira, 18, tem `Arte na Praça`, mais precisamente no coreto da praça Getúlio Vargas, entre 15 horas e 17 horas. Através deste evento, ainda será comemorada a data de 27 de março, dedicado ao Dia Nacional do Circo, Dia Mundial do Teatro e Dia do Grafite.

13/03/10

Notícia A Voz da Serra

Publicado em 13/03/2010

Grupo de circo friburguense inicia uma

série de apresentações na região

No último fim de semana, a Família Clou, formada pelo casal de artistas Dalmo Latini e Talita Melone, junto com seus filhos Ian, 7, e Isabela, 11, iniciou a série de apresentações referentes ao Prêmio Carequinha – Funarte de Estímulo ao Circo/2009, com o espetáculo O menor circo do mundo.
A primeira apresentação aconteceu no sábado, 6, em Cordeiro, e recebeu um grande público. “Além do espetáculo, realizamos também uma exposição de grafite, chamada Palhaços de todo o mundo, que serviu para complementar o ambiente circense. Além disso, diversas pessoas deram depoimentos sobre o palhaço Carequinha”, conta Talita.
À noite a trupe se apresentou em Macuco, em evento comemorativo ao Dia Internacional da Mulher. Já no domingo, 7, foi a vez de Cantagalo receber a Família Clou, com direito a carro de som. Centenas de pessoas se aglomeraram na Praça da Matriz para acompanhar o espetáculo, que divertiu pessoas de todas as idades.
Nos próximos dias, novas apresentações deverão acontecer, desta vez em Bom Jardim e Nova Friburgo. A trupe agradece às secretarias de Cultura das cidades onde os espetáculos foram realizados pelo apoio às apresentações.

A trupe arrancou risos e aplausos de pessoas de todas as idades através das mais variadas brincadeiras

01/03/10


A Família Clou é formada pelo casal Dalmo Latini e Talita Melone e seus filhos Ian (7 anos ) e Isabela (11 anos),que juntos desenvolvem números e espetáculos desde o ano de 2003, participando de inúmeros festivais, encontros como Anjos do Picadeiro (Bahia, 2006), Projeto Circunferência (Sesc Ramos), Projeto Cambalhota (Sesc Tijuca), Tenda das Artes (Sesc Madureira), com participação em todas as edições do Festival de Inverno – Sesc Rio - Nova Friburgo e uma edição em Teresópolis e Petrópolis(2004 / 2008), sempre buscando o aperfeiçoamento continuo e a troca de experiências da Arte do Palhaço.

Com o espetáculo “O menor circo do Mundo”, a Família Clou é uma das pioneiras em Nova Friburgo e Região,na linguagem do clown&circo com apresentações em praças, teatros, entre outros espaços de acesso democrático e gratuito.

Recentemente recebeu da Funarte-Ministério da Cultura o Prêmio Carequinha de Estímulo ao Circo 2009 na categoria Trupes e Grupos,voltado para trupes, grupos circenses e circos de pano de roda, contemplando projetos de criação ou renovação do espetáculo de repertório, assim como sua circulação,sendo selecionada com mais 13 grupos de todo o país.

Com este prêmio o grupo reformulou o espetáculo no qual trabalham há 7 anos , contando com o trabalho de direção de João Carlos Artigos(Teatro de Anônimo/RJ),criação e execução de figurinos com Raquel Theo (Petrópolis) e cenografia da artista plástica Sandra Valle(Nova Friburgo).

Como parte do Prêmio a trupe percorrerá as cidades de Nova Friburgo,Cordeiro,Bom Jardim,Macuco e Cantagalo,atendendo a necessidade de acesso à produções culturais a população dessa região.Tudo está sendo preparado para levar momentos de prazer e alegria aos moradores desses lugares.

Confira mais sobre a nossa trajetória no blog:

http://trupefamiliaclou.blogspot.com/

e sobre o Prêmio Carequinha:

http://www.funarte.gov.br/

Datas das primeiras apresentações:

Bom Jardim: 05 de Março - 19 horas;
Cordeiro - 06 - às 11 horas; -
Macuco - 06 - às 16:00 horas; -
Cantagalo - 07 - às 16 horas.