Trupe Família Clou

Bem-Vindos à nossa Família!

11/06/15

A Família Clou

A Trupe Família Clou recebeu este lindo presente da querida Luhli Borges. Suas palavras descrevem a nossa história,a nossa trajetória.Entre trapos e farrapos,tecemos uma lona invisível deste nosso "menor circo do mundo",onde "o mágico sumiu,os trapezistas voadores voaram,os animais voltaram para floresta e...só sobraram PALHAÇOS"! A FAMÍLIA CLOU por Luhli Borges Criança que sai dos trilhos começa a fazer arte. Ousa, experimenta, apronta. Depois vai parando de mostrar a língua, tentar assobiar, inventar careta, pular corda, roubar goiaba do quintal do vizinho. Entretanto, tem alguns que resolvem não parar. Continuam a se equilibrar entre nuvens, tirar sonhos da cartola. E quando mandados plantar batatas, plantam. E colhem morangos. Quando se encontram, esses com seus morangos, assobios e travessuras, geram alegria pura e algo novo acontece. Arte e amor, cara e coroa, jogada pro ar, a moeda cai em pé. Sutil equilíbrio entre o vácuo e a fé. Eu vi a FAMÍLIA CLOU fazer mágica do nada. Inventar um mundo de coisa nenhuma, servir um banquete de ventos em bandejas de bruma, num baile animado por uma orquestra de grilos. Aplaudi pulgas e me imaginei cambalhotas, dei saltos mortais entre bobas risadas, entre os anjos e gnomos que também riam, ali sentados na grama. Joguei bolas pro alto, malabarizei sustos e me enterneci com o palhacinho menino, tão sério em seu destino, ali na esquina entre a tristeza e a alegria. Visitei com um rei de ouros e uma rainha de paus uma corte de seixos e ervas, juntos flutuamos nas águas da fantasia. Nos tornamos todos iguais, na boa bobeira que leva todas as sombras numa irresistível correnteza. Dessa viagem à Terra do Sempre me ficou um farrapo de sonho colorido, que enrolei no pescoço e me aqueceu, na noite fria. Agradeço à FAMÍLIA CLOU pela alma lavada. (.....e os morangos estavam uma delicia! ) Luhli é letrista, compositora e também cantora, violonista e percussionista. Tem músicas gravadas por Nana Caymmi, Joyce, Wanderléa, Tetê Espíndola, Rolando Boldrim, Zélia Duncan e principalmente Ney Matogrosso, que gravou 15 sucessos de Luhli, como “Vira”,“Fala”, “Pedra de Rio”, “Aqui e agora”, ”De Marte”, “Êta nóis!”, ”Me rói”,“Coração Aprisionado, “Chance de Aladim”, “Bugre, e ainda “Napoleão” e “Bandolero”, recentemente regravadas, entre outras.

22/08/14

Cartão Postal 6º CircoVolante

O Circovolante (MG),selecinou 19 fotografias do último festival em setenbro de 2013,do qual a Trupe participou. As 10 fotos que receberam mais curtidas durante a votação na página do encontro,no Facebook, se transformarão em Cartões Postais que serão distribuído nos dias do 6º Circovolante - Encontro Internacional de Palhaços, que acontece entre os dias 25 e 28 de setembro. Uma das escolhidas e mais curtidas foi este pelo registro do espetáculo "O menor circo do Mundo",pelas lentes da fotógrafa Naty Torres.

13/08/14

Prêmio de Cultura 2014

Trupe Família Clou recebe o Prêmio de Cultura do Estado Foram 100 projetos e coletivos indicados para o prêmio em todo o estado. Entre eles, 10 eram da Região Serrana. Os outros se dividiram entre as demais regiões: Costa Verde, Médio Paraíba, Baixada Litorânea, Centro-Sul, Centro-Norte, Metropolitana Rio, Metropolitana Baixada, Metropolitana Leste e Metropolitana Noroeste, a mesma divisão regional do Plano Estadual de Cultura. Uma consulta pública online escolheu 10 premiados e uma comissão especial e mista selecionou mais 20: 2 para cada região. A condição para concorrer: ter se destacado no cenário cultural fluminense entre os anos de 2012 e 2013. No total, 30 projetos foram premiados; entre eles, a Trupe Família Clou. O trabalho de Dalmo Latini e Talita Melone começou em 2003, completando, portanto, 10 anos de apresentações em 2013. São figuras conhecidas pelas ruas da cidade: quem, em Nova Friburgo, nunca viu a Família Clou em pleno espetáculo? Tanto que já abrilhantaram palcos fora daqui: cidades como São João de Meriti e Teresópolis, no Estado do Rio, e até em outros estados, como Salvador/BA, Campinas/SP e Mariana/SP já puderam se encantar com o trabalho lúdico de Dalmo e Talita. Mas os dois não trabalham sozinhos. Conforme os filhos foram crescendo — sim, eles são casados, daí o "família” no nome do grupo —, cresceu também o gosto deles pela arte. Isabela, a mais velha, ainda pequena já começou a fazer parte das apresentações. Ian, o caçula, é multitalentoso: faz malabarismo, toca bateria, é ator. Uma junção perfeita de pessoas que respiram a arte, sim, mas que, principalmente, atuam de forma efetiva em prol da cultura: correm atrás dos próprios patrocínios, não esperam pacientemente que as coisas mudem ou que os governos melhorem. Como a história do beija-flor que tenta sozinho apagar o fogo na floresta, a Família Clou faz a sua parte. E o reconhecimento veio, neste último dia 10, durante a Mostra do Prêmio de Cultura do Estado do Rio de Janeiro — no total foram três dias de evento, entre 9 e 11 de maio. Para Talita, "receber este prêmio é mais uma forma de estímulo para que a arte circense seja reconhecida como uma autêntica manifestação cultural”. Manifestação esta que precisa de maior atenção dos agentes da cultura local, inclusive. Em entrevista para A VOZ DA SERRA, Dalmo não pôde conter a emoção pelo reconhecimento de seu trabalho. "Nossos agradecimentos a todos os amigos, parceiros, apoiadores e familiares que torcem, fortalecem, admiram e incentivam nosso trabalho. Receber o Prêmio de Cultura do Estado do Rio de Janeiro 2014 foi para nós uma grande alegria. Dedicamos essa premiação a nossa plateia, que esteve e está conosco, durante esses 10 anos de trabalho, nos iluminando com seu sorriso. A todos vocês que fazem parte dessa história, um abraço do tamanho do mundo. Esse prêmio é nosso”, resume Dalmo. A Trupe foi escolhida por uma comissão julgadora mista, formada por nomes como Cacá Dieguez e Heloisa Buarque de Hollanda. Dos 10 trabalhos indicados da Região Serrana, além da Família Clou, foi premiado também o Ecomuseu Rural de Barra Alegre — de Bom Jardim —, também escolhido pela comissão julgadora. Pelo voto popular foi escolhido o projeto Latex – Laboratório de Artes e Teatro Experimental –, de Cachoeiras de Macacu, com 21.105 votos.

31/01/14

Prêmio de Cultura do Rio de Janeiro/Júri Popular

A Trupe Família Clou está concorrendo ao Prêmio Cultura do Rio de Janeiro!!É só clicar na Região Serrana e votar!!! http://www.cultura.rj.gov.br/premio-de-cultura#vote6 até o dia 11 de Abril de 2014! Participe da Votação Popular para o Prêmio de Cultura do Governo do Rio de Janeiro 2012/2013.

13/10/13

5º Circovolante Encontro Internacional de Palhaços (MG)

26 a 20 de Setembro de 2013-Mariana (MG) http://circovolante.wix.com/encontrodepalhacos#!famlia-clou--o-menor-circo-do-mundo/c1wj9 http://flaviapupo.blogspot.com.br/2013/09/encontro-marcado-com-o-circovolante.html